Autoteste AVANÇAR
Autoteste AVANÇAR

Autoteste AVANÇAR

Diferentes tipos de mídia podem exigir diferentes configurações de tonalidade. Esta seção contém um método simples, mas eficaz, para determinar a tonalidade de escuro ideal para imprimir códigos de barras que estejam dentro das especificações.
Durante o autoteste AVANÇAR, as etiquetas são impressas em diferentes configurações de tonalidade de escuro em duas velocidades de impressão diferentes. A tonalidade relativa e a velocidade de impressão são impressas em cada etiqueta. Os códigos de barras nessas etiquetas podem ser classificados de acordo com as normas do ANSI para verificar a qualidade de impressão. Durante esse teste, um conjunto de etiquetas é impresso em 2 ips e outro em 6 ips.
O valor de tonalidade de escuro começa em três configurações abaixo do valor da tonalidade atual da impressora (tonalidade de escuro relativa de –3) e aumenta até que o valor da tonalidade seja três configurações mais alto que o da tonalidade atual (tonalidade de escuro relativa de +3).
  1. Imprima uma etiqueta de configuração para mostrar as configurações atuais da impressora.
  2. Desligue (O) a impressora.
  3. Mantenha
    FEED
    (AVANÇAR) pressionado enquanto liga (I) a impressora. Mantenha
    FEED
    (Avançar) pressionado até que a primeira luz do painel de controle apague.
    A impressora imprime uma série de etiquetas a várias velocidades e com definições de tonalidade mais altas e mais baixas do que o valor de tonalidade mostrado na etiqueta de configuração.
    Amostra de tonalidade e etiqueta do teste de velocidade
  4. Consulte Avaliar a qualidade do código de barras. Verifique os rótulos de teste e determine qual tem a melhor qualidade de impressão para sua aplicação. Se você tiver um verificador de código de barras, use-o para medir barras/espaços e calcular o contraste de impressão. Se você não tiver um verificador de código de barras, use o leitor do sistema ou uma verificação visual para escolher a configuração de tonalidade ideal com base nas etiquetas impressas no autoteste.
  5. Observe o valor relativo de tonalidade e a velocidade de impressão impressa na melhor etiqueta de teste.
  6. Adicione ou subtraia o valor de tonalidade relativa do valor de tonalidade especificado na etiqueta de configuração. O valor numérico resultante é o melhor valor de tonalidade para aquela combinação específica de rótulo/ribbon e velocidade de impressão.
  7. Se necessário, altere o valor da tonalidade de escuro atual para o valor da tonalidade na melhor etiqueta de teste.
  8. Se necessário, altere a velocidade de impressão para a mesma velocidade na melhor etiqueta de teste.